ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como SUSPEITOS e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

Esta página pode conter em seu conteúdo IMAGENS FORTES ou CHOCANTES para algumas pessoas. Se você é maior de 18 anos e tem certeza que deseja visualizar estas imagens, CONTINUE. caso contrário FECHE A PÁGINA.

Polícia Rodoviária Federal vai patrulhar a BR e punir infratores da Lei Seca

Fonte: Jaru Noticía - Em Polícia - 09/02/2013 08:39:26 hrs

Polícia Rodoviária Federal vai patrulhar a BR e punir infratores da Lei Seca

Porto Velho(RO), 07 de fevereiro – A Polícia Rodoviária Federal vai intensificar ainda mais a fiscalização de embriaguez ao volante durante a operação Carnaval, que começa  à zero hora desta sexta-feira e vai até a meia-noite da quarta-feira de Cinzas.

 

A fiscalização contará com o reforço de todos os policiais que trabalham na área administrativas da PRF. As equipes de plantão realizarão fiscalizações com  radares e bafômetros em diversos pontos nas rodovias federais de Rondônia e Acre. Os policiais rodoviários federais poderão solicitar que o motorista realize o teste de embriaguez a qualquer momento, seja em “abordagens de rotina” ou em blitz especificas.

 

Metas de fiscalização

 

Visando maximizar o emprego do policiamento preventivo foram levantados 25 pontos de ocorrência onde haverá reforço de fiscalização. Segundo o Insp Alvarez, Superintendente da 21ªSRPRF RO-AC,  o rigor na fiscalização não tem como objetivo o aumento das autuações(multas) e sim a prevenção das ocorrências de acidentes. Portanto, para o período há metas definidas de fiscalização de veículos, pessoas e testes de etilômetros. Na fiscalização de embriaguez, a tolerância é zero,  o 0,04 é só uma margem de segurança do aparelho.

 

O uso dos radares em diversos locais ao longo das rodovias de Rondônia e Acre visam coibir o excesso de velocidade,  um dos principais problemas da segurança viária. A velocidade dos veículos tem um papel determinante no tempo de reação do motorista, dos pedestres e, conseqüentemente, na violência do acidente que pode vir a acontecer.

 

Maior rigor e aplicabilidade


O Carnaval é uma época de alegria e  diversão.  Mas, infelizmente, nem todo mundo sabe brincar.  O motorista que mistura bebida e direção coloca em risco a vida de pessoas inocentes. O número de acidentes de trânsito causados por motoristas alcoolizados é um problema que atinge todo o Brasil e principalmente em datas como o Carnaval.

Neste ano para a segurança de todos, a  Lei Seca está ainda mais severa, não existe mais tolerância para a quantidade de álcool registrada pelo etilômetro. Qualquer traço de álcool verificado é suficiente para o motorista pagar uma multa de 1.915 reais, ter a carteira suspensa e ser impedido de seguir viagem.

 

Alertamos aos motoristas que segundo especialistas, tomar banho frio, café forte ou água, pode até deixar a pessoa um pouco mais esperta, mas o álcool continua agindo no corpo humano. Nosso  corpo é capaz de eliminar em média uma dose de álcool por hora – o equivalente a uma lata de cerveja, um dose de destilado ou uma taça de vinho, desta forma, o

motorista que bebeu durante toda uma noite de festa, deverá esperar um longo período para

que esteja apto a dirigir novamente.

 

Com a instituição do grau zero, o motorista que se negar a assoprar o bafômetro será

submetido às penalidades administrativas (multa e recolhimento da carteira de habilitação),

mesmo que não apresente sinais de embriaguez. Caso os sinais sejam evidentes, a recusa

passa a caracterizar crime de trânsito e conseqüentemente será feita a prisão em flagrante.

 

CARNAVAL COM CHUVA


De acordo com informações fornecidas pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), em vários estados o

feriado será com tempo chuvoso. Para o motorista que vai dirigir nessas condições, a PRF dá

algumas dicas:

 

?       Durante a chuva, ou com o asfalto molhado, o motorista deve aumentar a distância em

relação ao veículo que trafega a sua frente. Assim, é possível evitar freadas bruscas, que

nessas condições elevam o risco de derrapagens e aquaplanagens.

 

?       As borrachas das palhetas do limpador de para-brisa precisam estar em bom estado de

conservação para que a chuva afete o menos possível a dirigibilidade do veículo. Elas devem

ser trocadas pelo menos uma vez por ano.

 

?       Os faróis devem estar sempre acesos.


?      Em caso a chuva forte, o motorista deve procurar um lugar seguro e, assim que

possível, parar o carro. Nunca pare sobre a pista e evite parar no acostamento!

 

 

DADOS DA OPERAÇÃO CARNAVAL De 2012

 

Em 2012, a PRF contabilizou 51 acidentes, 41 pessoas feridas e 03 óbitos, nas rodovias federais que cortam os  estados de Rondônia e Acre. Analise da dinâmica  dos  ocorridos demonstram que a falta de atenção e a ingestão  de álcool foram as principais causas dos acidentes, o principal tipo de acidente foi a colisão traseira, o tipo de veículo que mais se acidentou foram os automóveis e o horário de ocorrência  com maior índice de acidente compreendeu  entre as 21 as 22 horas.

 

FONTE: NUCLEO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL - NUCOM/PRF/RO/AC

  • Compartilhe essa notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Mais Notícias da Categoria: Polícia